Presidente da FLAD, Rita Faden, reúne com o Presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro: “Está aberto um canal permanente de comunicação e colaboração”

Rita Faden, Presidente da FLAD, foi recebida pelo Presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro

Rita Faden, Presidente do Conselho de Administração e do Conselho Executivo da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, foi recebida em audiência pelo Presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, esta quarta-feira, dia 20 de março.

Segundo a Presidente da FLAD, “ficou estabelecido um canal aberto de comunicação e colaboração” entre a FLAD e o Governo dos Açores: “Foi uma excelente oportunidade para vir aos Açores, apresentar os cumprimentos ao Sr. Presidente do Governo Regional dos Açores, nesta fase inicial de mandato do Conselho de Administração da FLAD”, disse.

Rita Faden afirmou ainda que, durante a audiência, se abordaram “as principais prioridades e as principais possibilidades de colaboração com o Governo Regional dos Açores, sendo certo que a FLAD tem uma especial atenção aos Açores.” E acrescentou: “Vamos continuar a trabalhar, há alguns projetos que já estão em curso e a que nós vamos dar continuidade – e vamos também trabalhar em conjunto para perceber quais são as áreas prioritárias de investimento e de colaboração que a FLAD e o Governo Regional dos Açores – como também a região dos Açores como um todo – podem ter.”

Cooperação científica, Universidade dos Açores e apoio às comunidades luso-descendentes

Entre as áreas destacadas aos jornalistas pela Presidente da FLAD conta-se a “cooperação científica”, mas também o apoio às universidades, com a criação de “parcerias de cooperação com a Universidade dos Açores”.

Grande prioridade, adiantou Rita Faden, é ainda “tudo o que diz respeito ao relacionamento com as comunidades nos Estados Unidos, sendo certo que uma grande maioria é de ascendência açoriana”. Mais: “é uma cooperação importante que a FLAD tem procurado manter ao longo dos anos com as comunidades de luso-descendentes nos EUA”. E concluiu: “Estou certa de que teremos muitas oportunidades de continuar a trabalhar em conjunto”.