Leia aqui a nova edição da revista WE: Mia Couto preside a júri do prémio Eduardo Costley-White

CapaWEA revista WE da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD) já está disponível online e revela que o escritor moçambicano Mia Couto preside ao júri do Prémio Eduardo Costley-White, que vai distinguir escritores emergentes dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa.

Esta edição do primeiro semestre de 2016 da WE destaca a iniciativa II Luso-American Legislators’ Dialogue, a 20 e 21 de Abril deste ano, em que se reuniram 12 legisladores norte-americanos eleitos de origem portuguesa com políticos e governantes nacionais.

A iniciativa da FLAD tem o objetivo assumido de contribuir para a criação de uma rede de políticos luso-descendentes oriundos de vários estados americanos, despertando-os para a realidade do nosso país e facilitando contactos ao mais alto nível.

A propósito deste encontro, em que esteve presente no almoço de encerramento, o ministro-adjunto do primeiro-ministro, Eduardo Cabrita, escreve agora que a “globalização dos tempos modernos veio demonstrar que afinal somos todos parceiros desta única viagem da Humanidade. E, se antes partimos à procura de um Novo Mundo, hoje partimos em busca de um Novo Tempo”.

Já o presidente da FLAD, Vasco Rato, em editorial, refere o recém-lançado “Manual de Apoio à internacionalização para os Estados Unidos da América”, que contou “com a preciosa contribuição e o know-how da Nova School of Business and Economics”, destinando-se a “ajudar a preparar um cada vez maior número de empresas portuguesas a enfrentarem o mercado dos EUA”.

Vasco Rato recorda ainda que “a FLAD tem como razão de ser da sua existência a promoção permanente de mais e melhores relações entre Portugal e os Estados Unidos da América, quer seja através da educação e do ensino, da cultura e da ciência, da tecnologia ou da promoção do estreitar de relações económicas e comerciais entre os dois lados do Atlântico.”

Entre outros assuntos, esta edição da WE aborda temas da atividade da FLAD como o programa de Aceleração Startup Braga/FLAD, o Study in Portugal Network, os dois últimos protocolos assinados com a Universidade do Minho, ou a recém-criada ‘California Portuguese-American Coalition’, uma coligação luso-americana.

CLIQUE NA IMAGEM E LEIA A REVISTA WE

livro01