Notícias #9 de Ciência

Expansão espacial da NASA passa fundamentalmente por Marte

Expansão espacial da NASA passa fundamentalmente por Marte

A ESTRATÉGIA DA NASA NÃO PERMITIRÁ O ENVIO DE HUMANOS A MARTE

 Um relatório pedido pelo Congresso norte-americano, com o fim de rever o programa de voos espaciais tripulados da NASA, concluiu que a estratégia da agência espacial norte-americana é insegura e insustentável, o que impossibilitará uma aterragem humana em Marte no futuro próximo.

Por outro lado, o relatório defende o regresso de astronautas à Lua, em linha com a estratégia da NASA durante a administração do Presidente George W. Bush.

 PARA LER MAIS: “NASA strategy can’t get humans to Mars, says National Research Council spaceflight report” (The Washington Post).

NASA TESTA NOVA TECNOLOGIA DE ATERRAGEM DESTINADA A MARTE

A NASA estreou um novo veículo espacial que poderá ajudar a estabelecer uma base em Marte. O lançamento do veículo teve lugar no Havai a 28 de Junho. Apesar de, em larga medida, ter sido um sucesso, houve uma falha relacionada com a abertura do pára-quedas. Não obstante, os engenheiros do projecto expressaram a sua satisfação com o teste.

 PARA LER MAIS: “NASA Launches ‘Flying Saucer’ to Test Mars Landing Tech (Video)” (Space).

SPACEX ESPERA COLOCAR HUMANOS EM MARTE POR VOLTA DE 2026

Elon Musk, director executivo da empresa que criou o primeiro veículo espacial privado destinado a Marte, o SpaceX, afirmou que em 10 a 12 anos espera transportar as primeiras pessoas para o planeta vermelho. Estas declarações surgem numa altura em que a NASA anunciou planos para colocar um humano em Marte em 2035. Esses planos dependem, no entanto, da obtenção de financiamento e de se atingir algumas metas fundamentais.

PARA LER MAIS: “SpaceX says it will put humans on Mars by 2026, almost 10 years ahead of NASA” (Extreme Tech).

PROGRESSO NA PROCURA POR ASTERÓIDES APROPRIADOS A MISSÃO A MARTE

A NASA pretende capturar um asteróide, redireccioná-lo para uma órbitra estável à volta da Lua e, por volta de 2020, enviar astronautas para o estudar. O objectivo da operação é usar o asteróide como ponto de apoio para futuras missões tripuladas a Marte. A agência anunciou recentemente progresso na identificação de asteróides candidatos à missão. De acordo com os planos da NASA, a escolha será feita em 2018 e o veículo espacial para captura do mesmo será enviado no ano seguinte.

 PARA LER MAIS: “NASA Announces Latest Progress, Upcoming Milestones in Hunt for Asteroids” (NASA).

ONDAS DESCOBERTAS NOS MARES DE TITÃ

 Um novo estudo, liderado por um investigador norte-americano, detectou formas misteriosas nos mares de Titã, uma das luas do planeta Saturno, as quais se assemelham a ondas. Os investigadores calculam que essas formas misteriosas são influenciadas por ventos sazonais e sugerem que as estações do ano terão a mesma função que no planeta Terra na determinação das variações meteorológicas.

 PARA LER MAIS: “‘Waves’ spotted on Titan’s seas” (ABC).

CORRIDA PODE CURAR CEGUEIRA

 Um novo estudo concluiu que exercício físico contribui para a rápida restauração da visão com nenhuma utilização desde a nascença. O estudo teve como objecto de análise ratos com um tipo de cegueira causada por privação sensorial desde cedo na sua vida. O estudo abordou ainda a capacidade do cérebro em se reescrever em resposta à experiência.

 PARA LER MAIS: “Running cures blind mice” (Nature).

PERMITIDA A COMERCIALIZAÇÃO DO PRIMEIRO EXOESQUELETO

 O Governo dos EUA aprovou a comercialização de um exoesqueleto motorizado. O ReWalk é um aparelho motorizado que permite a pessoas paralisadas sentar-se, levantar-se e caminhar. O exoesqueleto fica preso ao corpo do utilizador, comandado por um aparelho de pulso e responde ainda ao movimento do tronco.

 PARA LER MAIS: “First Exoskeleton Gets FDA Approval For U.S. Sales” (Popular Science).

NESTLÉ PRETENDE PERSONALIZAR OFERTA DE VITAMINAS

 A empresa Nestlé associou-se à norte-americana Waters Corporation para desenvolver testes que permitam medir a quantidade de vitaminas existentes em fluidos corporais como o sangue e a urina. Os testes serão subsequentemente usados para construir o perfil da situação relativa aos nutrientes de cada pessoa e ainda para oferecer suplementos vitamínicos ajustados a necessidades específicas. Tais suplementos poderão ser disponibilizados através de um aparelho semelhante à máquina de café Nespresso. 

PARA LER MAIS: “Nestle takes step toward customizable vitamins” (Reuters).

FÍGADOS “ULTRA-ARREFECIDOS” SÃO ESPERANÇA PARA O TRANSPLANTE DE ÓRGÃOS

 Uma nova técnica de “ultra-arrefecimento” permitiu que o fígado de ratos se tenha mantido ‘vivo’ durante três vezes mais tempo que o normal. A técnica poderá reduzir a escassez de órgãos humanos para transplante. O método consiste em manter o fígado numa solução anticongelante enquanto é arrefecido e injectado com oxigénio e nutrientes.

 PARA LER MAIS: “Supercooled livers boost transplant hopes” (Agence France-Presse via ABC).

‘PÂNCREAS BIÓNICO’ SURPREENDE CIENTISTAS

Um ‘pâncreas biónico’ controlou o nível de açúcar no sangue de diabéticos de forma mais eficaz do que os cientistas poderiam ter feito. Até ao momento o aparelho ajudou mais de duas dezenas de pessoas a evitar alguns dos processos incómodos relacionados com a monitorização e tratamento da diabetes. Esta tecnologia usa um smart phone, um monitor de glucose e uma bomba de insulina para controlar automaticamente os níveis de açúcar no sangue.

PARA LER MAIS: “‘Bionic Pancreas’ Astonishes Diabetes Researchers” (NBC).

LABORATÓRIO CRIA MUTAÇÃO DO VÍRUS DA GRIPE

Especialistas no vírus da gripe criaram uma mutação da Gripe Espanhola de 1918 que matou milhões de pessoas. Apesar do receio relacionado com o regresso do vírus, Yoshihiro Kawaoka, da Universidade do Wisconsin, defende a importância destas experiências para ajudar os cientistas a compreender como surgem as novas pandemias e ainda para a criação de melhores e mais eficientes vacinas contra a gripe.

 PARA LER MAIS: “Scientist Makes Mutant, Infectious Flu Virus in Lab” (NBC).

PEQUENAS REDES ELÉCTRICAS PARA SUPERAR TEMPESTADES DANOSAS 

Os estados no leste dos EUA estão a instalar micro-redes de energia eléctrica de forma a melhorar a sua resiliência após a ocorrência de fenómenos meteorológicos danosos. Como parte de uma estratégia para superar as falhas de energia resultantes de tempestades, o estado de Maryland lançou um roteiro para a instalação das redes que  irão operar independentemente da rede geral de energia.

 PARA LER MAIS: “Tiny Electric Grids Help States Weather Extreme Storms” (Climate Wire via Scientific American).

TEXAS BATE RECORD DE PRODUÇÃO DE ENERGIA EÓLICA 

A 26 de Março o estado do Texas produziu 12 mil megawatts de energia, batendo o recorde de produção de energia eólica nos EUA. O Texas produziu energia suficiente para alimentar 29 por cento do total de electricidade gerada pela maior central eléctrica no seu território. O Texas é já o estado que mais energia eólica produz nos EUA. O crescimento no consumo de energia eólica deve-se à construção, em 2013, de redes de transmissão de energias renováveis. 

PARA LER MAIS: “Wind Power Production Record Broken in Texas” (Scientific American).

NOVA FORMA DE SEPARAR PETRÓLEO DA ÁGUA

 Investigadores do Massachusetts Institute of Technology desenvolveram uma membrana que permite separar o petróleo da água. A membrana pode ser produzida em escala industrial, a um custo reduzido e consegue separar o petróleo da água em grandes quantidades de materiais. A membrana pode ser aplicada em derrames de petróleo no mar e na exploração de petróleo, quer em mar alto ou em terra. 

PARA LER MAIS: “Separating finely mixed oil and water” (Massachusetts Institute of Technology).

NOVAS PROVAS SUGEREM A EXISTÊNCIA DE OCEANOS DE ÁGUA NAS PROFUNDEZAS DO PLANETA

 Investigadores norte-americanos têm provas da possível existência de oceanos de água subterrânea sob os EUA. Apesar de não estar na sua forma líquida, a descoberta pode representar o maior reservatório de água do planeta.Cientistas têm ao longo dos tempos tentado calcular quanta água poderá estar entre a superfície da terra e os reservatórios interiores localizados nas placas tectónicas.

 PARA LER MAIS: “New evidence for oceans of water deep in the Earth” (Northwestern University via e! Science News).

O MINERAL MAIS ABUNDANTE DA TERRA É VISTO PELA PRIMEIRA VEZ

Cientistas viram pela primeira vez aquele que é ao mesmo tempo o mineral mais abundante e o mais escondido do planeta. Apenas localizado no interior do planeta, o mineral foi descoberto dentro de um meteorito com quatro milhões e meio de anos.

 PARA LER MAIS: “Earth’s Most Abundant, But Hidden Mineral Finally Seen, Named” (Live Science).

GÁS NATURAL PROVOCA AQUECIMENTO GLOBAL

 Dois artigos científicos concluíram que o metano, um forte emissor de gases com efeito de estufa, contribui para o aquecimento global. De acordo com as conclusões do estudo, as jazidas mundiais de gás natural podem estar a libertar metano suficiente para tornado-o tão poluente como o carvão, durante as próximas décadas.

 PARA LER MAIS: “Leaky Methane Makes Natural Gas Bad for Global Warming” (Climate Wire via Scientific American).

MONITOR DE CO2 EM ÓRBITA

 A NASA está prestes a lançar um satélite com a missão de recolher informação importante para a previsão dos efeitos futuros do CO2. O satélite irá circular o globo e registar os pontos do planeta que absorvem CO2 e aqueles que o libertam para a atmosfera. Os cientistas esperam que a quantificação desta informação os ajude a prever o quão rápido a concentração de CO2 aumentará no futuro.

 PARA LER MAIS: “Nasa to launch CO2-tracking satellite” (Climate News Network via The Guardian).

OS TRÓPICOS TERÃO UM MAIOR PAPEL NO MUNDO

 Um relatório recentemente elaborado conclui que por volta de 2050 metade da população mundial residirá nos trópicos. Na base desta conclusão está o rápido aumento da população e o crescimento económico dos países localizados nos trópicos, o que irá causar um aumento da influência da região no mundo. O relatório aponta ainda o facto das condições tropicais se estarem a expandir em direcção aos pólos como consequência das alterações climáticas.

 PARA LER MAIS: “Expanding tropics will play greater global role, report predicts” (Science).

UMA NAVE ESPACIAL PARA OS OCEANOS

 O arquitecto francês Jacques Rougerie concebeu um projecto para a construção de um laboratório marítimo movível equipado com submersíveis e uma equipa de mergulhadores. O laboratório servirá para a exploração do meio ambiente marítimo. O SeaOrbiter terá um custo de 48 milhões de dólares. Rougerie e a sua equipa já angariaram 475 mil dólares para a fase inicial da construção, a começar no final do ano. A conclusão do laboratório está projectada para fins de 2016.

 PARA LER MAIS: “A Spaceship For The Sea” (Popular Science).