Notícias #11 de Política

 

IMG_5469

POLARIZAÇÃO POLÍTICA EM CRESCENDO

 Um inquérito recente concluiu que os norte-americanos estão mais divididos em termos de posicionamento político do que em qualquer período nas últimas duas décadas. Esta crescente divisão significa que será menos provável que os norte-americanos favoreçam compromissos políticos entre Democratas e Republicanos.

 PARA LER MAIS: “U.S. political polarization increasing, poll shows” (Reuters).

COMITÉ DO SENADO PRETENDE LIMITAR DINHEIRO NA POLÍTICA

 Um comité do Senado norte-americano aprovou uma iniciativa legislativa que visa emendar a constituição no sentido de cortar nos gastos políticos. A medida conferirá ao Congresso e aos estados o poder de proibir as multinacionais de usar dinheiro com o fim de influenciar as eleições. A medida terá, no entanto, de ser aprovada pelo Senado e, subsequentemente, por dois terços do Congresso.

 PARA LER MAIS: “Senate panel advances plan to get money out of politics” (USA Today).

BNP PARIBAS DECLARA-SE CULPADO DE VIOLAR SANÇÕES INTERNACIONAIS

O maior banco francês, o BNP Paribas, declarou-se culpado após ter sido acusado pelo governo norte-americano de violar sanções económicas. O banco transaccionou dinheiro de clientes em países que constam na lista negra dos EUA, admitindo ter processado transacções ilegais com origem em Cuba, no Irão e no Sudão.

PARA LER MAIS: “Bank BNP Paribas Pleads Guilty to Violating Rules” (Associated Press via ABC News).

LIDERANÇA REPUBLICANA CONTRA RENOVAÇÃO DO BANCO DE EXPORTAÇÃO-IMPORTAÇÃO

O número dois do Partido Republicano na Câmara dos Representantes, Kevin McCarthy, revelou estar contra a renovação dos estatutos do Banco de Exportação-Importação dos EUA, o qual ajuda a financiar as exportações norte-americanas de bens e serviços. O representante norte-americano defende que o papel do banco deve ser transferido para o sector privado. No entanto, se os EUA o fizerem tal irá prejudicar as multinacionais norte-americanas que dependem do banco para vender a sua produção nalguns mercados internacionais.

 PARA LER MAIS: “House Republican leader opposes Export-Import Bank renewal” (Reuters).

SUPREMO TRIBUNAL OPÕE-SE A INICIATIVA DE OBAMA SOBRE CONTRACEPÇÃO

 O Supremo Tribunal norte-americano decidiu, através de um acórdão, que não pode ser exigido a empresas com fins lucrativos o pagamento de tipos específicos de contraceptivos para os seus empregados. A discussão, que foi intensamente debatida e com base em linhas ideológicas, constitui um forte contratempo para uma das medidas mais controversas da reforma da saúde liderada pela administração Obama.

 PARA LER MAIS: “Supreme Court rules against Obama in contraception case” (CNN).

COMISSÃO LEGISLATIVA PÕE EM CAUSA PEDIDO DE MAIS FUNDOS PARA A FRONTEIRA

 O presidente da comissão da Câmara dos Representantes responsável pela despesa afirmou que o montante pedido pela administração Obama, com carácter urgente, para melhor responder ao influxo de crianças desacompanhadas ao longo da fronteira é demasiado elevado para ser aprovado. O Presidente Obama tem insistido na aprovação de quase quatro mil milhões de dólares. A tarefa parece estar cada vez mais complicada.

 PARA LER MAIS: “House chairman: $3.7 billion border request ‘too much money’” (Associated Press via Newsday).

REPUBLICANOS DECIDEM QUAL A BASE DO PROCESSO LEGAL CONTRA BARACK OBAMA

 O processo legal que os Republicanos na Câmara dos Representantes irão apresentar contra Barack Obama terá como base a decisão unilateral da administração em adiar uma disposição incluída no Obamacare. Será argumentado o facto de o adiamento ter sido tornado oficial através de uma mudança da lei sem aprovação do Congresso.

 PARA LER MAIS: “GOP’s Obama lawsuit to focus on employer mandate” (Politico).

OBAMA E GIGANTES COMERCIAIS REÚNEM-SE PARA IMPULSIONAR FORNECEDORES

 O Presidente Barack Obama reuniu-se com representantes de algumas das maiores empresas a operar nos EUA, tal como a Apple, a AT&T, a Coca-Cola e a Johnson & Johnson. O objectivo foi destacar o compromisso destas empresas em pagar aos seus fornecedores mais pequenos no prazo de 15 dias. Esta iniciativa visa garantir que os fornecedores tenham mais dinheiro disponível, facilitando assim o investimento e a contratação de trabalhadores.

 PARA LER MAIS: “Obama, corporate giants announce plan to boost suppliers” (Reuters).

SENADO DOS EUA CONFIRMA NOVO RESPONSÁVEL PELA ADMINISTRAÇÃO E ORÇAMENTO

 Foi aprovado pelo Senado norte-americano o candidato nomeado pelo Presidente Barack Obama para liderar o Departamento de Administração e Orçamento. Antes da sua confirmação, Shaun Donovan foi responsável pelo Departamento de Habitação e Desenvolvimento Urbano. Agora terá em mãos assuntos relacionados com o défice orçamental e crescimento económico dos EUA.

 PARA LER MAIS: “Shaun Donovan Confirmed by Senate as OMB Director” (Executive Gov).

SENADO APROVA NOVO RESPONSÁVEL PELA HABITAÇÃO E DESENVOLVIMENTO URBANO

 O Senado norte-americano confirmou o Mayor de San Antonio, Julian Castro, como novo líder do Departamento de Habitação e Desenvolvimento Urbano. Julian Castro substituirá Shaun Donovan, o qual tomou as rédeas do Departamento de Administração e Orçamento. 

PARA LER MAIS: “Julian Castro confirmed as top US housing official” (The Guardian).

CONGRESSO DOS EUA ATRIBUIU DISTINÇÃO MÁXIMA A LÍDERES DOS DIREITOS CIVIS

 O Congresso dos EUA atribuiu a medalha de ouro do Congresso ao já falecido líder dos direitos humanos Martin Luther King e à sua mulher. Aquela que é a maior distinção do Congresso norte-americano foi atribuída durante a cerimónia que marcou o 50º aniversário da assinatura da Lei dos Direitos Civis.

 PARA LER MAIS: “US Congress Grants Top Honor to Civil Rights Leaders” (Voice of America).

DEMOCRATAS E REPUBLICANOS UNEM-SE PELA REGENERAÇÃO RODOVIÁRIA

 Membros do Congresso norte-americano estão a unir-se em torno de um plano que visa regenerar, ao longo de 2015, o fundo de investimento para projectos rodoviários. Tanto os Democratas como os Republicanos estão confiantes de que será possível alcançar um acordo antes de Agosto deste ano.

 PARA LER MAIS: “Short-Term Highway Fund Boost Gets Both Parties’ Support” (Bloomberg).

DEPARTAMENTO DE JUSTIÇA NÃO VAI INVESTIGAR DISPUTA ENTRE SENADO E CIA

 O Departamento de Justiça norte-americano recusou iniciar investigações criminais sobre uma disputa entre o Senado e a Central Intelligence Agency (CIA). A disputa tem origem num relatório elaborado pelo Senado sobre as práticas de interrogatório da CIA no pós 11 de Setembro.

 PARA LER MAIS: “Justice Dept. Rules Out Criminal Probes In Senate-CIA Standoff” (The Wall Street Journal).

EUA QUEREM MAIOR COOPERAÇÃO COM A CHINA

 No âmbito de um encontro de dois dias entre os Presidentes dos EUA e da China, Barack Obama disse ao seu homólogo chinês, Xi Jinping, que pretende gerir as diferenças entre os dois países de uma forma mais construtiva, e que deseja igualmente aprofundar a cooperação. O encontro pretendeu atenuar as tensões entre as duas maiores economias do mundo.

 PARA LER MAIS: “US calls on China for cooperation” (Al Jazeera).

EUA REFORÇAM SEGURANÇA EM AEROPORTOS ESTRANGEIROS

 A Administração de Segurança dos Transportes dos EUA anunciou uma nova estratégia para proteger o país da ameaça de um novo tipo de ataque terrorista. Os passageiros de voos internacionais para os EUA têm agora de submeter os seus telemóveis e outros dispositivos electrónicos a inspecções adicionais antes de entrarem nos aviões.

 PARA LER MAIS: “US increases security at foreign airports, with focus on cellphone, other electronic devices” (Fox News).