Newsletter sobre política norte-americana

O Congresso dos Estados Unidos da América

O Congresso dos Estados Unidos da América

Sabia que, de acordo com o Departamento de Estado dos EUA, em Janeiro de 2015 a administração norte-americana pagou 490 milhões de dólares ao Irão no âmbito das negociações sobre o programa nuclear iraniano? Esta e outras notícias na newsletter da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, esta semana sobre a política interna dos Estados Unidos.

 

NOVO RECORDE NO NÚMERO DE CIDADÃOS POLITICAMENTE INDEPENDENTES NOS EUA

Uma nova sondagem feita pela Gallup conclui que em 2014 cerca de 43% dos norte-americanos se identificaram politicamente como independentes. Este é o valor mais alto desde 1988. Em termos de identificação partidária a nível nacional, os Democratas têm uma vantagem modesta sobre os Republicanos, com 30% e 26% respectivamente.

PARA LER MAIS: “In U.S., New Record 43% Are Political Independents” (Gallup).

 

PARTIDO REPUBLICANO INICIA CORRIDA INTERNA ÀS PRESIDENCIAIS DE 2016

O partido Republicano reuniu-se no estado do Iowa para marcar o início da corrida presidencial dentro das suas fileiras. Um grupo de candidatos potenciais esteve presente, com Sarah Palin, Ted Cruz e Chris Christie a mostrarem a sua veia conservadora. Entre as principais ausências estiveram Jeb Bush e Mitt Romney.

PARA LER MAIS: “GOP battle lines drawn for budding 2016 presidential race, after Iowa summit” (Fox News).

 

OBAMA DEFINE AGENDA AMBICIOSA DURANTE O DISCURSO ANUAL À NAÇÃO

Durante o tradicional discurso à nação, que marca o início de cada ano, Barack Obama teceu elogios à sua administração pelo papel na retoma económica. Obama disse ainda à bancada Republicana, a qual domina o Congresso, para virar a página e apoiar uma agenda doméstica cara e ambiciosa direccionada à melhoria das condições da classe média.

PARA LER MAIS: “In State of the Union, Obama Sets an Ambitious Agenda” (The New York Times).

 

SENADO ULTRAPASSA TOTAL DOS VOTOS DE 2014 EM APENAS UMA SEMANA

O Senado dos EUA, controlado pelo partido Republicano desde o início de 2015, votou mais alterações legislativas numa semana do que no ano de 2014, aquando do controlo do Senado pelo partido Democrata. O anúncio foi feito pelo líder da maioria no Senado, o Republicano Mitch McConnell.

PARA LER MAIS: “Senate surpasses 2014 vote total in one week” (The Hill).

 

 

BOEHNER REELEITO PRESIDENTE DA CÂMARA DOS REPRESENTANTES

John Boehner tomou posse como presidente da Câmara dos Representantes dos EUA pelo terceiro mandato consecutivo. A sua nomeação foi marcada por desentendimentos dentro do partido Republicano, exemplificados pela não comparência de alguns membros do seu partido e por alguns terem votado noutro candidato. A Democrata Nancy Pelosi foi a sua principal adversária.

PARA LER MAIS: “Boehner Re-Elected House Speaker; Party Rebellion Fizzles” (Bloomberg).

 

CÂMARA DOS REPRESENTANTES BLOQUEIA INICIATIVAS DE OBAMA SOBRE A IMIGRAÇÃO

Os republicanos na Câmara dos Representantes dos EUA bloquearam as iniciativas executivas de Obama sobre a imigração através da aprovação de um projecto-lei que define a despesa do Departamento de Segurança Nacional. Barack Obama ameaçou vetar esse projecto-lei, mas poderá primeiro submetê-lo ao Senado.

PARA LER MAIS: “U.S. House passes security funding bill blocking immigration actions” (Reuters).

 

SENADORES QUEREM FACILITAR A CONTRATAÇÃO DE ESTRANGEIROS ESPECIALIZADOS EM ALTA TECNOLOGIA

Senadores Democratas e Republicanos introduziram legislação que permitirá a empresas de alta-tecnologia mais facilmente contratar estrangeiros especialistas em ciência, tecnologia e engenharia. A Apple, a Microsoft, a Facebook e a Google são algumas das empresas que têm reivindicado um maior acesso a trabalhadores estrangeiros altamente qualificados.

PARA LER MAIS: “Senators back bill to ease hiring of foreign high-tech workers” (Reuters).

 

LEGISLATURAS ESTADUAIS AVANÇAM COM RESTRIÇÕES AO ABORTO QUE O CONGRESSO NÃO CONSEGUIU APROVAR

Os Republicanos foram obrigados a abandonar legislação que iria tornar ilegal o aborto após vinte semanas de gravidez. É no entanto provável que legislação do mesmo género seja avançada nas legislaturas estaduais durante 2015. Os estados do Wisconsin, Carolina do Sul e Virgínia Ocidental já começaram a debater novas medidas nesse âmbito.

PARA LER MAIS: “State legislatures advance 20-week abortion ban Congress couldn’t pass” (Washington Post via Concord Monitor).

 

 

REPUBLICANO TED CRUZ SUPERVISIONA NASA E CIÊNCIA

O senador republicano Ted Cruz foi nomeado para presidir ao comité que supervisiona a ciência e a NASA no Congresso agora dominado pelo partido Republicano. Esta nomeação gera receios de que o conservador texano corte o financiamento à agência espacial e a programas científicos.

PARA LER MAIS: “Republican senator Ted Cruz to oversee Nasa in Congress” (The Guardian).

 

 

OBAMA PRETENDE PROTEGER O REFÚGIO DE VIDA SELVAGEM DO ALASKA

O presidente Barack Obama vai pedir ao Congresso que designe mais de 12 milhões de hectares do Refúgio Nacional da Vida Selvagem, no Árctico, como área selvagem. A ser aprovado, a área tornar-se-á imune à exploração petrolífera e terá o nível mais alto de protecção federal no que respeita à designação de território público.

PARA LER MAIS:Obama to seek wilderness designation for Alaska wildlife refuge” (Associated Press via CBS News).

 

 

SENADO DOS EUA RECONHECE A VERACIDADE DAS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS

Uma maioria no Senado norte-americano, incluindo 15 republicanos, votou a favor de uma resolução que afirma que as alterações climáticas são uma realidade e que a actividade humana contribui para tal.

PARA LER MAIS: “Senate Votes 98-1 That Climate Change ‘Is Not A Hoax’” (NBC News).

 

 

SENADO APROVA CONTROVERSO OLEODUTO ENTRE EUA E CANADÁ

O Senado norte-americano, controlado pelos republicanos, aprovou a construção do oleoduto Keystone XL, o qual irá alargar a rede de oleodutos na América do Norte e permitir o transporte de petróleo de Alberta, no Canadá, para os EUA. A aprovação do projecto coloca o Congresso mais perto de uma confrontação com Barack Obama, tendo este já ameaçado vetar a iniciativa.

PARA LER MAIS: “Senate Panel Approves Controversial US-Canada Oil Pipeline” (Voice of America).

 

SENADORES DOS EUA INTRODUZEM MORATÓRIA À TRANSFERÊNCIA DE PRISIONEIROS DE GUANTÁNAMO

Os republicanos no Senado norte-americano introduziram uma medida que irá temporariamente interromper a transferência da maioria dos detidos acusados de terrorismo em Guantánamo. O principal argumento a favor desta medida é que essas libertações podem vir a gerar futuros atentados terroristas.

PARA LER MAIS: “US Senators Push Moratorium on Guantanamo Transfers” (Agence France-Presse via NDTV).

 

 

EUA E ÍNDIA CHEGAM A ACORDO NO QUE RESPEITA À ENERGIA NUCLEAR

O presidente dos EUA, Barack Obama, visitou a Índia para aprofundar os laços entre os dois países. As duas partes chegaram a acordo para permitir que empresas norte-americanas possam cooperar na construção e desenvolvimento de centrais de energia nuclear de uso civil na India.

PARA LER MAIS: “On high-profile India visit, Obama says progress made on nuclear sticking point” (CNN).

 

 

JOHN KERRY DESLOCA-SE À NIGÉRIA

O Secretário de Estado norte-americano, John Kerry, efectuou uma rara visita à Nigéria. A deslocação teve como objectivo apelar aos dois principais candidatos presidenciais para que evitem fomentar a violência após as eleições de Fevereiro de 2015. John Kerry condenou ainda os ataques perpetrados pelo grupo terrorista Boko Haram.

PARA LER MAIS: “Kerry in Nigeria to warn against postelection violence” (The Washington Post).

 

 

OFICIAIS DOS EUA E CUBA EM ENCONTRO HISTÓRICO

Teve lugar na capital cubana, Havana, um encontro histórico entre oficiais norte-americanos e cubanos. Os EUA apelaram a Cuba para que acabe com as restrições às viagens de diplomatas norte-americanos e também para que os dois países abram representações diplomáticas nas respectivas capitais.

PARA LER MAIS: “U.S. to seek end to travel curbs, set up embassy in Cuba talks” (Reuters).

 

 

BOEHNER IGNORA CASA BRANCA E CONVIDA NETANYAHU A DISCURSAR NO CONGRESSO

O presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, John Boehner, sem consultar a Casa Branca convidou o primeiro-ministro israelita para falar ao Congresso norte-americano. Tal representa um aparente desafio à política seguida pelo presidente Obama nas negociações com o Irão.

PARA LER MAIS: “Boehner snubs WH, invites Netanyahu to address Congress” (USA Today).

 

 

EUA PAGARÃO 11,9 MIL MILHÕES AO IRÃO ATÉ JUNHO DE 2015

De acordo com o Departamento de Estado dos EUA, em Janeiro de 2015 a administração norte-americana pagou 490 milhões de dólares ao Irão no âmbito das negociações sobre o programa nuclear iraniano. Os EUA desembolsarão um total de 11,9 mil milhões de dólares até Junho de 2015, altura em que as negociações nucleares terão terminado.

PARA LER MAIS: “U.S. to Award Iran $11.9 Billion Through End of Nuke Talks” (The Washington Free Beacon).

 

 

EUA ANUNCIAM DOWNGRADE DA BASE DAS LAJES

Os EUA confirmaram que a redução militar na base das Lajes, nos Açores, vai mesmo avançar. De acordo com o embaixador norte-americano em Lisboa, Robert Sherman, a redução será gradual mas vai abranger militares norte-americanos e trabalhadores portugueses, num processo que deverá ficar concluído ainda este ano. Os civis e militares norte-americanos residentes nas Lajes vão passar de 650 para apenas 165.

PARA LER MAIS: “EUA vão mesmo reduzir presen