Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento e Ministério do Mar assinam protocolo para a criação do programa Ocean Portugal

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, com o presidente da FLAD, Vasco Rato, na cerimónia de assinatura do acordo na sede da Fundação

O protocolo do Programa Ocean Portugal foi assinado pela Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, e o Presidente da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD), Vasco Rato, com a cerimónia de assinatura a ter lugar esta sexta-feira pelas 12h30 nas instalações da FLAD.

“É com orgulho que a FLAD se associa ao Ministério do Mar na assinatura do Programa Ocean Portugal. O programa representa um passo em frente para Portugal, no sentido de potenciar o valor estratégico do mar para o futuro do país, tanto a nível da segurança como do desenvolvimento económico. Trata-se, por outro lado, de uma iniciativa que visa atrair investimento estrangeiro, nomeadamente norte-americano, para a economia azul”, afirmou Vasco Rato, presidente da FLAD.

“Esta cooperação que o Ministério do Mar estabelece com a FLAD, criando o Programa Ocean Portugal, vai colocar no terreno iniciativas que contribuirão para a concretização do objetivo do Governo em duplicar o peso da economia azul no PIB nacional, assente num modelo de desenvolvimento inovador, sustentável e inclusivo, gerador de emprego e crescimento”, declarou por seu lado Ana Paula Vitorino, Ministra do Mar.

O Embaixador dos EUA, George Glass, também participou na cerimónia, bem como os altos dirigentes da Direção-Geral da Política do Mar, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera e da Associação dos Portos de Portugal.

O Programa Ocean Portugal, tem os seguintes objetivos principais:

  • Desenvolver iniciativas de promoção e criação de massa crítica para a inovação e empreendedorismo na economia do mar, para dinamizar a captação de investimento privado estrangeiro para o desenvolvimento da economia azul;
  • Criar ferramentas de promoção e divulgação dos bens, serviços e produtos realizados pela economia do mar portuguesa, promovendo e desenvolvendo uma perceção do potencial de crescimento de uma economia azul integrada e aberta à globalização;
  • Procurar novas áreas de excelência e de criação de oportunidades de negócio que levem à geração de emprego qualificado, ao aumento das exportações e à reconversão de áreas em declínio em indústrias marítimas emergentes.

Neste sentido, o Programa Ocean Portugal irá desenvolver as seguintes iniciativas:

  • Criação da plataforma Ocean Portugal Startup, que se focará na promoção do financiamento de “start-ups” da economia azul junto das comunidades de investidores portugueses, europeus e norte-americanos;
  • Realização de uma conferência internacional sobre o Financiamento da Economia do Mar;
  • Criação do portal Ocean Business Portugal, que conterá os seguintes diretórios de informação sobre a economia e ciências do mar: empresas, produtos, serviços, universidades, centros de investigação, centros tecnológicos e laboratórios de Estado, mecanismos de financiamento para empreendedorismo e investigação científica e tecnológica;
  • Publicação do Manual Ocean Invest Portugal, com informação sobre como e onde investir na economia do mar de Portugal, no qual se incluirá um diretório de empresas, um diretório de produtos e serviços, um diretório de centros de investigação e universidades e um diretório dos mecanismos de financiamento;
  • Realização de 4 Roadshows de Investimento para atração de investidores norte-americanos: Portos, Aquacultura e Biotecnologia Azul, Turismo Oceânico e Ciência do Oceano.