Cinco startups portuguesas vão mostrar o que valem nos Estados Unidos

O administrador da FLAD, Jorge Gabriel, acompanha o road show nos Estados Unidos

O administrador da FLAD, Jorge Gabriel, acompanha o roadshow nos Estados Unidos da América

Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD), em parceria com a StartupBraga, está a realizar um roadshow nos Estados Unidos com as cinco startups selecionadas no 2º Programa de Aceleração..

O roadshow que se inicia no dia 19 de outubro e termina no dia 23, terá Boston e S. Francisco como principais cidades do roteiro (com Silicon Valley em destaque).

Durante a iniciativa as startups portuguesas apresentarão os seus projetos a investidores, trocarão experiências com equipas de entidades de referência (como a MIT e a Google), estabelecerão contactos para a criação de networking e conhecerão várias tecnológicas portuguesas, já implantadas nos EUA, e que são reconhecidos casos de sucesso.

Recorde-se que o 2º Programa de Aceleração decorreu no 2º trimestre deste ano e teve a participação de 11 startups. Foram selecionadas cinco, que agora tiverão oportunidade de integrar o roadshow.

As startups seleccionadas apresentam projetos inovadores e com forte potencial económico. Para além da premiada Sticketin (recebeu um prémio de 100 mil euros Caixa Capital) que oferece um sistema de troca ou venda de bilhetes para quem não possa ou não queira ir a um evento, estarão também presentes outras strartups. A Performetric (apresenta o sistema de monitorização de fadiga mental em tempo real), o motor de pesquisa da Glymt que permite pesquisar o mundo para descobrir ou revisitar lugares através de vídeos ou encomendar a sua produção a membros da comunidade, a aplicação MusicYou, uma forma de partilhar qualquer momento em fotografia ou vídeo com música e a Loqr, uma aplicação que permite a dupla autenticação de uma operação efetuada por um utilizador online.

Face ao enorme sucesso da iniciativa, a Startup Braga e a FLAD já têm em marcha o 3º Programa de Aceleração que continua a aceitar inscrições até ao dia 30 de outubro. O 3º Programa de Aceleração manterá a mesma matriz dos anteriores mas com metas ainda mais ambiciosas sempre com o objetivo de materializar a inovação e o talento das startups portuguesas.